Depois de sua viagem a Mianmar e Bangladesh, o Papa Francisco retomou nesta terça-feira (05/12) a celebração da missa na capela da Casa Santa Marta.

A humildade é um dom indispensável na vida de um cristão: foi o que disse o Papa na sua homilia. Inspirado por uma passagem do profeta Isaías, Francisco recordou que todo cristão é como “um pequeno broto onde se  pousará o espírito do Senhor, espírito de sabedoria e de inteligência, espírito de conselho e fortaleza, espírito de conhecimento e temor do Senhor”. “Esses são os dons do Espírito Santo. Da pequenez do broto à plenitude do Espírito. Esta é a promessa, este é o Reino de Deus”. Esta é “a vida do cristão”, recomendou o Papa:

Ser consciente que cada um de nós é um broto daquela raiz que deve crescer, crescer com a força do Espírito Santo, até a plenitude do Espírito Santo em nós. E qual seria a tarefa do cristão? Simplesmente proteger o broto que cresce em nós, proteger o crescimento, proteger o Espírito.

E, qual é o estilo de vida cristão? “Um estilo como o de Jesus, de humildade”, explicou Francisco:

“É preciso fé e humildade para acreditar que este broto, este dom assim tão pequeno chegará à plenitude dos dons do Espírito Santo. É preciso humildade para acreditar que o Pai, Senhor do Céu e da Terra, como diz o Evangelho de hoje, escondeu essas coisas aos sábios, aos doutos e as revelou aos pequeninos. Humildade é ser pequeno, como o broto, pequeno que cresce todos os dias, pequeno que necessita do Espírito Santo para poder ir avante, rumo à plenitude da própria vida”.

“Alguém acredita que ser humilde - observou o Papa - é ser educado, cortês, fechar os olhos em oração ...”. “Não, ser humilde não é isso”. Então, “como posso saber se sou humilde?”, perguntou Francisco:

“Há um sinal, um sinal, o único: aceitar as humilhações. A humildade sem humilhações não é humildade. Humilde é aquele homem, aquela mulher que é capaz de suportar as humilhações como Jesus as suportou, o humilhado, o grande humilhado”.

Francisco recordou o exemplo de tantos santos “que não só aceitaram as humilhações, mas as solicitaram para se assemelharem a Jesus”. Que o Senhor - concluiu sua homilia o Papa - nos conceda essa graça de proteger o pequeno em direção da plenitude do Espírito, de não esquecer a raiz e aceitar as humilhações”. (SP-BF)


Fonte: Rádio Vaticano

“Que a Copa do Mundo seja sempre festa de congraçamento!”, diz arcebispo de Florianópolis

Jul 02, 2018
O assunto que está mobilizando as atenções do mundo todo é a Copa do Mundo de Futebol. No…
19

Peregrinação a Bari: Papa pede orações por iniciativa de paz pelo Oriente Médio

Jul 02, 2018
Uma iniciativa em favor da paz no Oriente Médio que envolverá lideranças cristã de…
16
Default Image

Programação da Festa de Senhora Sant’Ana 2018

Jul 02, 2018
Dia 16 (Segunda-feira) - Abertura Oficial da Festa 5:00h - Queima de fogos nos…
226

Bispos definem o processo de atualização das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil

Jun 20, 2018
Parte da manhã do segundo dia de reunião do Conselho Permanente da Conferência Nacional…
44
papa o mundo tem necessidade

Papa: o mundo tem necessidade de cristãos com coração de filhos

Jun 20, 2018
"Deus me impõe as coisas ou cuida de mim? Os seus mandamentos são somente uma lei ou…
30

Correção sobre o caso Grabois-Lula

Jun 13, 2018
Corrigindo um nosso serviço precedente sobre o caso Grabois-Lula, devemos ressaltar que…
35
premios cnbb

CNBB divulga lista de finalistas de cada categoria dos Prêmios de Comunicação edição 2018

Jun 13, 2018
Dom Darci José Nicioli, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação,…
28

Papa propõe uma 'sã inquietude' para os jovens

Jun 13, 2018
Nesta quarta-feira (13/06), o Papa Francisco se reuniu com fiéis, turistas e romanos na…
27