Origem familiar

Nasceu em Garanhuns PE, aos 12 de maio de 1963, filho primogênito de José de Vasconcelos Pontes e Marlene Gomes de Vasconcelos de uma família de seis irmãos.

Dados sacramentais
Foi batizado aos 22 de maio de 1963 na igreja matriz de Nossa Senhora da Conceição (hoje N. Senhora do Perpetuo Socorro, dos missionários redentoristas em Garanhuns). Na mesma paróquia recebeu a primeira comunhão. Em 1979, na Catedral de Garanhuns, foi crismado por Dom Tiago Postma. Aos 12 de outubro de 1987, por ocasião da festa de Nossa Senhora Aparecida, foi instituído leitor e acólito na Paróquia de São Roque, bairro CECAP em Guarulhos, por Dom João Bergese bispo diocesano daquela Diocese. Aos 19 de agosto de 1989, domingo da Assunção de Nossa Senhora foi ordenado diácono na Igreja Matriz de Águas Belas –PE e aos 09 de dezembro de 1989, foi ordenado presbítero, pela imposição das mãos de Dom Tiago Postma na Igreja matriz de Nossa Senhora do Perpetuo Socorro, onde fora batizado.

Formação
Fez o curso primário no Instituto São José das irmãs da Sagrada Providência do Menino Jesus em Garanhuns – PE. Cursou o primeiro grau maior e o segundo grau no Colégio Santa Sofia das Religiosas da Instrução Cristã, ingressando no Seminário Propedêutico em Garanhuns no ano seguinte. Em 1984 foi enviado para o Seminário Regional Nordeste II e iniciou o curso de filosofia no Instituto de Teologia do Recife – ITER. No ano seguinte foi enviado por seu bispo diocesano Dom Tiago Postma para o Seminário Diocesano de Guarulhos SP. Concluiu o curso de filosofia e Teologia na Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção em São Paulo em 1988. Em 2008 como aluno do Pontifício Colégio Pio Brasileiro, obteve o diploma de mestrado em Teologia Patrística e História da Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma e Atestado de Qualificação em Formação Vocacional pela Pontifícia Universidade Salesiana de Roma.

Exercício do ministério presbiteral
Três meses após sua ordenação presbiteral recebeu provisão de Administrador Paroquia da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição das Águas Belas e vigário Paroquial da Paróquia de Nossa Senhora Mãe dos Homens em Itaíba PE, exerceu seu ministério por dez anos. Dedicou especial atenção aos Índios Fulni-ô de Águas Belas. Durante este período foi membro da equipe de formação sacerdotal diocesana. Em 1999 foi eleito membro do Conselho Presbiteral e do Colégio dos Consultores da diocese. No ano 2000 foi nomeado por Dom Irineu Roque Scherer, Pároco da Paróquia do Sr. Bom Jesus dos Pobres Aflitos em São Bento do Una e em 2002, eleito Coordenador Diocesano de Pastoral, ministério que deixou em 2005 quando foi estudar em Roma. Aos 31 de julho de 2008 recebeu provisão de Formador junto ao Seminário Interdiocesano em Caruaru por Dom Fernando Guimarães e aos 11 de dezembro daquele ano recebe de Dom Bernardino Marquió, bispo de Caruaru, a provisão como Reitor do Seminário Interdiocesano Nossa Senhora das Dores. Em 2011 Foi eleito presidente Regional da OSIB NE II.

Episcopado
– 21/03/2012 – Nomeado pelo Santo Padre, O papa Bednto XVI, como Bispo auxiliar de Fortaleza.
– 11/6/2012 – Sagração episcopal por Dom Fernando José Monteiro Guimarães, bispo de Garanhuns;
– 6/7/2012 – Apresentação à Arquidiocese de Fortaleza como Bispo Auxiliar.

29 de Agosto de 2015 nomeado Bispo da Diocese de Sobral

Brasão Episcopal

 

brasao dom vasconcelosbrasao dom vasconcelos

 

Descrição Heráldica do Brasão Episcopal de Dom José Luís Gomes dos Vasconcelos

Escudo eclesiástico cortado. O primeiro campo, partido, a destra em campo de goles, a gravura de um coração delimitado em argente, preenchido de goles, transpassado e circundado por uma coroa com duas fileiras de espinhos de sable, alteado por a gravura de uma chama com três fileiras de fogo, delimitado também em argente e preenchido de jalde. A sinistra em campo de blau, a gravura de uma estrela de oito pontas equidistantes do seu centro, de jalde. Em segundo campo, tem-se a gravura de sete colinas puntiformes de sinopla, delimitadas em argente, tendo o céu ao fundo preenchido de jalde. Em abismo, brocante sobre a partição do escudo, a gravura ao natural de Jesus, o Bom Pastor, carregando nos braços uma ovelha ao natural, ladeado também por duas ovelhas, uma em cada lado, ao natural, e portando um báculo pastoral de jalde. O escudo está pousado sobre uma cruz episcopal processional de jalde.

Encimando o escudo, o chapéu prelatício de sinopla forrado de goles, com seus cordões terminados em cada lado por seis borlas, na posição um, dois, três, todo de sinopla. Sob o escudo, um listel de goles, brocante sobre a ponta da Cruz, que ostenta, em argente, a divisa “PASCE OVES MEAS” (Apascenta minhas ovelhas – Jo 21,17).

Descrição Simbólica:

INSÍGNIAS EPISCOPAIS: O chapéu prelatício com fileiras de borlas verdes simboliza a missão apostólica do Bispo, que por instituição divina, sucede aos apóstolos como pastor, que ensina, santifica e governa o rebanho no qual o Espírito Santo o confiou. Indica também sua plena comunhão com o sucessor de Pedro, pastor supremo da Igreja. O verde significa a esperança apostólica que apascenta o rebanho de Cristo até a sua vinda definitiva. A cruz dourada, que atravessa o escudo de alto a baixo, indica o Mistério Pascal de Cristo e, por isso, recorda a missão santificadora do Bispo.

O ESCUDO: Dividido em três campos representa de forma plena a tríplice missão episcopal de ensinar, santificar e governar, dita anteriormente.

O CORAÇÃO DE JESUS: Antecipando a ordem dada a Pedro “Apascenta as minhas ovelhas”, Jesus perguntou três vezes se ele o amava. Foi fundamentado neste amor, representado pelo Coração de Jesus, que o Cristo, Mestre e Senhor, conferiu a Pedro sua missão pastoral. O Coração também é o lugar onde se acolhe o ensinamento, é morada dos sentimentos e do conhecimento, é onde se concretiza a primeira função apostólica do Bispo, a de ensinar. Seu campo de cor vermelha simboliza o fogo da caridade inflamada no coração do novo bispo pelo Divino Espírito Santo, que o inspira na sua missão episcopal, de apascentar as ovelhas que Jesus o confiou.

A ESTRELA DE OITO PONTAS: Simboliza a devoção do eleito a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro que ostenta esta estrela em sua fronte, para representar o conceito oriental de que Maria é a estrela que nos conduz de forma perfeita até Jesus. Modelo de santidade, Maria, rainha dos apóstolos, auxilia de forma maternal os bispos em sua segunda missão apostólica de santificar o povo de Deus, a ela confiado por seu Filho na Cruz. O campo de cor azul significa o firmamento do céu. É a cor do manto de Nossa Senhora, consequentemente simbolizando justiça, serenidade, fortaleza e nobreza.

JESUS, O BOM PASTOR: Representa o Cristo, Sacerdote e Mestre, aquele que ama e governa seu povo através de sua Igreja, personificando em Si, a terceira função apostólica do Bispo que é amar e governar o rebanho de Jesus. Ele Se intitulou o “Bom Pastor que dá a vida por suas ovelhas” – João 10, 14. É a Ele a quem o Epíscopo ama de todo coração “Senhor, Tu sabes tudo, Tu sabes que te amo” – Jo 21, 10. E responde com entusiasmo a seu convite de pastorear seu rebanho, seguindo seu exemplo.

SETE COLINAS VERDEJANTES: Representa a terra natal de Dom José Luís (Garanhuns), conhecida como a “cidade das sete colinas” assim como Roma, representa o campo do chamado e ao mesmo tempo os campos da fé e missão, pois, este mesmo Jesus é quem seduz, envia e capacita o pastor.

O LISTEL: Trazendo em si o lema PASCE OVES MEAS (Apascenta as minhas ovelhas) que é tirado do Evangelho de João 21,17, serve como fonte de inspiração, que orienta a missão do novo Pastor.

Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos

Nomeado Bispo Titular de Canapio e Auxiliar de Fortaleza CE aos 21 de março de 2012 e sagrado em Garanhuns PE aos 11 de junho do mesmo ano, tem a seguinte sucessão apostólica:

Sagrante Principal: Dom Fernando José Monteiro Guimarães, Bispo de Garanhuns PE (sagrado em 2008).
Co-Consagrantes Principais: Dom Giovanni D’Aniello – Núncio Apostólico do Brasil e Dom Bernardino Marchió – Bispo de Caruaru PE


Fonte: http://www.diocesedesobral.com/novo/conheca-mais-sobre-dom-vasconcelos/