E você achando difícil ficar sem chocolate nestes 40 dias?

medieval quaresmamedieval quaresmaAo longo da história, a austeridade da Quaresma foi variando. Alguns dos pais da Igreja (São Leão e São Jerônimo, por exemplo), já no século V, afirmavam que o jejum de 40 dias tinha sido estabelecido pelos apóstolos.

No entanto, os acadêmicos modernos dizem que há provas históricas que indicam que a prática do jejum antes da Páscoa foi se desenvolvendo gradativamente e que a duração da penitência era, na verdade, variável. Em sua História eclesiástica, Eusébio cita uma carta que, no século II, São Irineu enviou ao Papa Vitor, questionando sobre qual o momento em que deveria ser celebrada a Páscoa (ou não) e o jejum preliminar.

Também é interessante lembrar que nenhum dos padres pré-nicenos fala em jejum quaresmal obrigatório. Não se encontram menções à Quaresma nem nos escritos de São Dionísio da Alexandria, nem na Didascalia, por exemplo.

Mas o termo ‘tessarakoste’ [o mesmo que “quadragésimo”] já é encontrado no século IV. Evidentemente, foi desenvolvido em analogia ao já existente ‘pentekoste’ (grego para “50 dias”, de onde deriva o termo Pentecostes). Portanto, o termo tessarakoste já se referia a um período de 40 dias, não de 50, seguindo o exemplo de Moisés, Elias e o do próprio Cristo. Talvez também tenha sido o caso daqueles que realizavam essa prática, tendo em mente as 40 horas que Jesus passou no sepulcro.

De qualquer forma, a Quaresma medieval não durava 40 dias, mas 46, já que incluía 40 dias mais seis domingos. Tanto a Quarta-feira de Cinzas como a Sexta-feira da Paixão, segundo algumas fontes, eram dias de “Jejum Negro”, ou seja, não era permitido nenhum tipo de comida (exceto para os mais velhos e os enfermos), durante os 40 dias, era proibido comer qualquer tipo de carne. Ovos e a maioria dos lácteos também não eram permitidos.

Em resumo: a maioria dos europeus da Idade Média passava a Quaresma comendo só pão, verduras, sal, cerveja e vinho (que não eram proibidos, já que eram considerados mais saudáveis que a água).  Alguns faziam abstinência de carne até as três horas da tarde.

Embora tenham sido introduzidos alguns atenuantes no jejum quaresmal (podiam comer pequenas porções de alimento e líquido para que as pessoas não ficassem tão fracas e pudessem desempenhar o trabalho braçal, por exemplo), era tudo muito mais difícil do que só se abster de chocolate, né?

Fonte: Aleteia

Foto: KDdesignphoto I Shutterstock

Como transformar 5 fraquezas comuns em pontos fortes

Ago 23, 2018
Você não elimina um mau hábito ou tendência – você trabalha para transformá-lo O…
34

Papa escreve ao teólogo Walford: a Amoris Laetitia deve ser lida na íntegra

Ago 23, 2018
Carta do Papa a Stephen Walford teólogo e pai da família como agradecimento por sua…
32

Paróquia Senhora Sant’Ana celebra Semana Nacional da Família

Ago 22, 2018
Com novenas e celebrações nos setores e comunidades, a Paróquia Senhora Sant’Ana celebrou…
44

Abusos na Igreja: a carta do Papa aos fiéis

Ago 21, 2018
Francisco escreveu uma carta a todo o Povo de Deus para falar da "vergonha" provocada…
20
Foto: Wesley Almeida / cancaonova.com

Como discernir o que é sinal de Deus?

Ago 21, 2018
É necessário ter cuidado e discernir sinceramente se estamos diante do que é um…
21

O poder da bênção de um padre

Ago 21, 2018
Um gesto simples que pode trazer graças especiais para a sua vida Em toda Santa Missa…
36

Dublin. Papa Francisco: rezemos por todas as famílias do mundo

Ago 21, 2018
Tuíte do Papa Francisco para o Encontro Mundial das Famílias que começa hoje em Dublin.…
21

Encontro Mundial das Famílias começa hoje em Dublin

Ago 21, 2018
Cerimônia de abertura será realizada simultaneamente em todas as dioceses da Irlanda.…
26